Da Autora Julie Boxbaum
Da Editora Arqueiro
Com 283 páginas
De 2016

Que história mais gostosa de ser lida!
    Confesso que quando vi esse livro pela primeira vez, julguei pela capa... E se você olhar bem, a capa já da indícios de como sera a história... 

- Um livro do T. S. Eliot
- Um Notbook
- Avião
- Celulares
- Óculos de sol

    A história é mais ou menos assim: Uma garota chamada Jessie Holmes de 16 anos se vê obrigada a mudar da Califórnia para Los Angeles e porquê ela tem que se mudar? Porque após a morte de sua mãe (ela morre de câncer antes da história começar, então não é spoiler) seu pai acaba conhecendo uma mulher pela internet em um grupo de apoio para pessoas que perderam entes queridos.

"Se há uma coisa que aprendi nos últimos dois anos é que a memória é volúvel. Quando leio Harry Potter, não consigo mais escutar a voz da minha mãe, mas a visualizo ao meu lado, e quando não consigo nem isso, imagino o peso de alguém encostado em mim, um braço junto ao meu braço, e finjo que é suficiente."


    Desse "encontro" online, surge um amor desesperado e eles acabam se casando. Claro que a Jessie nem chega a perceber o que esta acontecendo até o dia em que seu pai chega em casa dizendo que eles vão se mudar para LA onde sua nova esposa - rica- mora.

   Com a mudança, Jessie abandona sua melhor amiga Scarlett, tudo o que lhe era familiar e acaba indo morar em uma mansão toda decorada com itens exclusivos de artistas renomados. Com a nova casa vem a nova família, Rachel a mulher com quem seu pai se casou trabalha no ramo cinematográfico de LA e Theo seu mais novo "irmão", garoto de 16 anos com tendencias homosexuais que tem uma roupa para cada ocasião e a principio odeia Jessie e o fato de que vão estudar n mesma escola e na mesma turma.

"Theo é o meu novo meio-irmão. Ele é filho da nova mulher do meu pai e, oba!, também está no primeiro ano do ensino médio, mas resolveu lidar com toda essa dinâmica de família misturada fingindo que não existo. Por algum motivo, fui idiota a ponto de presumir que, como morávamos na mesma casa e frequentávamos o mesmo colégio, iriamos de carro juntos. Nada disso. Acontece que  camisa de SALVE O PLANETA do Theo é só para ser exibida, e, claro, ele não precisa preocupar aquela linda cabecinha com coisas insignificantes como, você sabe, dividir o dinheiro da gasolina."

    Jessie é matriculada no colégio Wood Valley, um colégio cheio de adolescentes riquinhos e mimados, uma verdadeira selva com ares de escola. Em seu primeiro dia de aula, Jessie se vê perdida naquele universo particular que é Wood Valley e sente que tudo que poderia dar errado esta acontecendo em sua vida, como por exemplo ir para a turma errada ou passar horas com um tufo de grama colado na bunda...

    Para salvação de Jessie, alguém nota seu sofrimento logo no primeiro dia e resolve ajuda-la. Assim, nesse primeiro dia mais tarde ela recebe um e-mail de uma pessoa que se intitula Alguém Ninguém. A principio Jessie acha que tudo não passa de uma brincadeira de mal gosto com a garota nova do colégio, mas com o passar do tempo nota que ela e AN tem muito mais coisas em comum do que poderia imaginar.

"ei, Srta. Homes. nós nunca nos encontramos e não sei se um dia vamos nos encontrar. quero dizer, provavelmente vamos, em algum momento - talvez eu pergunte a você que horas são ou outra coisa igualmente banal abaixo do nosso nível intelectual -, mas nunca vamos nos conhecer de verdade, pelo menos não de forma significativa... e por isso pensei em mandar este e-mail sob o manto do anonimato."

    Alguém Ninguém passa a dar dicas de sobrevivência a Jessie, com quem ela deveria fazer amizade, como funcionava a lanchonete do colégio e como ela deveria se vestir para O Dia Da Doação de Wood Valley.

    Dessa amizade esquisita surge um outro sentimento, mas como é possível gostar de alguém que nunca se viu? Quem é o AN? 

    Apesar de parecer impossivel no começo, Jessie acaba fazendo novas amizades com Dri e Agnes e também uma inimiga que a odeia com todas as forças, a linda e loira Gem.

"- Puta! Gem finge que espirra quando entro na sala de aula de inglês."

   Nos primeiros capítulos eu já tinha uma opinião formada sobre quem era o AN, confesso que durante a leitura teve um ou dois momentos em que cheguei a duvidar da minha escolha, mas no fim eu estava certa! Era o.... CALMA, não vou estragar a surpresa rs

    O livro ainda aborda temas como a sexualidade na adolescência e o relacionamento entre pais e filhos nessa época que é meio conturbada na vida da maioria de nos reles mortais -risos-.
A história é super gostosa e fácil de ser lida e todo o mistério sobre quem é AN com certeza vai te fazer devorar o livro! (assim como eu fiz)

    Aaaah e faltou eu dizer o porquê desse titulo... É que a Jessie e o AN acabam desenvolvendo um jogo onde cada um tem que dizer três coisas sobre si mesmo, qualquer três coisas, desde fatos importantes sobre suas vidas até esquisitices e bobeiras do cotidiano.

"Eu: Três coisas. (1) Não sei quem você é. Gostaria de saber, e a Scar tem algumas teorias, mas simplesmente não sei. Achei que você fosse uma pessoa, mas agora sei que estava errada. (2) Nunca menti pra você, acho que não. Bom, a não ser naquele primeiro dia, quando falei que sou faixa-preta em caratê. Nunca fiz caratê. Sou uma péssima mentirosa. Acho fácil falar com você porque não sei quem você é. Será que é diferente pra você? (3) Não sei mais onde é meu lar."

    Indico a leitura de Três Coisas Sobre Você para quem esta afim de ler uma história leve, com um quê de mistério, romance e problemas adolescentes.




Deixe um comentário

Ola divirta-se fica a vontade sua opinião é muito importante para nossa equipe
bjks até a proxima. *-*

Topo