Durante a Segunda Guerra Mundial, a jovem Anne Frank manteve um diário. O documento é um relato assustador das atrocidades cometidas em uma das épocas mais sombrias da história da humanidade: O Holocausto.
A jovem e sua família — e de praxe, uma família de amigos de seu pai — partem para um esconderijo para fugir das garras do antissemitismo. Para que não fossem enviados a campos de concentração, escondem-se em cômodos escondidos no prédio da empresa onde Otto (pai de Anne) trabalhava.
O diário — real — acompanha o amadurecimento imposto à jovem Anne e os membros de sua família, presos por um ideal equivocado, trancados na vontade de viver.
E na esperança de que um dia aquilo iria acabar.
Talvez a história de Anne não seja novidade para ninguém. E seu fim conhecido é objeto de grande tristeza ao ler seu diário, porque acompanhamos a sua vontade de sair dali, seus sonhos e suas angústias.
Foi meu primeiro não-ficção do ano, e não me arrependo de sua leitura. Além de uma  aula de história, é um choque de realidade. Tudo torna-se ainda mais denso ao percebermos que é real, aconteceu, existiu.
Às vezes a fantasia é um consolo.
Até a metade do diário, acompanhamos sua relação turbulenta com a mãe e os outros moradores do Anexo. A jovem, então, busca escape na companhia do jovem Peter van Daan (Pels), que torna seu quase irreal amor.

Os oito moradores do Anexo (Anne, sua mãe, seu pai, sua irmã mais velha Margot, Sr. e Sra. van Daan, Peter e Sr. Dussel um amigo que eles acolhem no Anexo, e creio eu que tenham se arrependido).
Acompanhamos os dias dos olhos de uma menina de 13 anos. Na última entrada de seu diário (antes do Anexo ser descoberto pelos nazistas), ela tem 15, e é assustador analisar o quanto ela amadurecera durante esse tempo.
Para sobreviverem, os moradores confiam em "ajudantes", pessoas que buscam os itens necessários.
Não sabemos como o Anexo se tornou de conhecimento dos nazistas, porém, certamente, uma dessas pessoas deve ter delatado que derrapada, hein?
Enfim, é um relato perturbador de uma época assustadora, um drama comovente e revoltante.
Incrível, apesar das 98191891271  entradas de Anne falando de Peter, Peter, Peter, PETER...


ONDE COMPRAR
FÍSICO (AMAZON)
E-BOOK (AMAZON)


5 Comentários

  1. Nossa, esse livro me instigou!!! Vou ler, com certeza!
    Parabéns mais uma vez Francesco pela resenha e ao blog pelo carinho com os escritores e leitores!!! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robertaaa \o vc por aqui!
      Leia e me conte o que achou, hein.
      Obrigado você pelo carinho.
      Beijooos!

      Excluir
  2. Adorei a resenha, to participando do sorteio ein

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oee! Obrigado moço <3 Passarei sim, já salvei aqui.

      Excluir
  3. Pode dar uma passadinha no meu blog ?? http://afogadonoslivretos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ola divirta-se fica a vontade sua opinião é muito importante para nossa equipe
bjks até a proxima. *-*

Topo